Muito prazer, eu sou... O Bruxinho Peralta

Bruxinho Peralta


Criado por Tony Strobl em 1964, o Bruxinho Peralta é sobrinho da Bruxa Vanda. Ele aparece em 29 histórias, sendo 28 delas brasileiras, a última delas criada em 1992 (em outras 2 histórias ele aparece em um único quadrinho e não interage, então não conto). 

A única história não brasileira é justamente a de sua origem, "A Festa das Bruxas",  que foi publicada aqui na revista Zé Carioca 711 (Jun/65) e depois republicada no Disney Especial 2 - As Bruxas (Out/72).

Ele é importante na saga "Os 12 Trabalhos do Morcego Vermelho", publicada na revista Edição Extra 72 (Ago/76). Mesmo não aparecendo em todas as histórias da revista, ele e a Perereca (outra bruxinha) são os responsáveis pelos desafios enfrentados pelo herói.

O pequeno Bruxo é uma verdadeira peste, demais até para as bruxas. A Maga e a Madame Min que o digam pois sofreram com ele em várias dessas histórias. Confira abaixo a lista.

"A Festa das Bruxas" - Zé Carioca 711 (Jun/65)


"Bruxópolis" - Almanaque Disney 38 (Jul/74) 


"A Faculdade dos Bruxedos" - Mickey 263 (Set/74)


"Hotel Meio Assombrado" - Almanaque Disney 40 (Set/74)


"A Pedra Fenomenal da Magia" - Zé Carioca 1203 (Nov/74)


"Um Conto de Bruxas" - Pato Donald 1212 (Jan/75)


"A Corrida de Vassouras" - Tio Patinhas 115 (Fev/75)


"O Clube dos Peraltas" - Tio Patinhas 116 (Mar/75)


"Pé de Pato, Mangalô Três Vezes" - Zé Carioca 1243 
(Set/75)

"A Ameaça do Grifo" - Zé Carioca 1251 (Out/75)


"Um Convidado Bem Trapalhão" - Tio Patinhas 125 (Dez/75)


"O Exame Final" - Almanaque Disney 61 (Jun/76)


"O Sítio Mal-Assombrado" - Almanaque Disney 62 (Jul/76)


"Os 12 Trabalhos do Morcego Vermelho" - Edição Extra 72 (Ago/76)


Nesse caso ele aparece efetivamente em 4 das histórias da edição:
 2 delas apenas como uma sombra: "A Hidra de Lerna" e "As Éguas de Diomedes e o Javali de Erimanto"
 

 e 2 onde o plano dele é desmascarado: "Jardim das Hespérides" e "Cérbero no Inferno de Plutão"



"Os Ladrões Fantasmas" - Tio Patinhas 147 (Out/77)


"A Má Magali" - Almanaque Disney 81 (Fev/78)


"A Vassoura Doida Varrida" - Edição Extra 88 (Out/78)


"Um Bolo na Festa" - Pato Donald 1458 (out/79)


"A Noite dos Zumbis" - Zé Carioca 1463 (Nov/79)


"O Feitiço das Manchas na Cara" - Tio Patinhas 180 (Jul/80)


"A Noite dos Bruxinhos" - Pato Donald 1510 (Out/80)


"Paramales a Você" - Almanaque Disney 141 (Fev/83)


"Rockhorror Show" - Pato Donald 1664 (Set/83)


"O Violino Enfeitiçado" - Almanaque Disney 172 (Set/85)


"Velhinha da Hora" - Margarida 97 (Mar/90)


"A Escolinha da Madame Mim" - Margarida 255 (Dez/96)




Dia Nacional da Mata Atlântica

Mata Atlântica é uma floresta tropical que abrange a costa leste, sudeste e sul do Brasil, leste do Paraguai e a província de Misiones, na Argentina. 
É um grande centro de endemismo e suas formações vegetais são extremamente heterogêneas, indo desde campos abertos em regiões montanhosas até florestas chuvosas perenes nas terras baixas do litoral. A fauna abriga diversas espécies endêmicas como o mico-leão-dourado e a onça-pintada. 


A partir da colonização europeia, e principalmente, no século XX, a Mata Atlântica passou por intenso desmatamento, restando menos de 10% da cobertura vegetal original, sendo que, no Brasil, restam apenas cerca de 7%, a maior parte na Serra do Mar.
A criação do Dia Nacional da Mata Atlântica foi instituída através do Decreto Presidencial de 21 de setembro de 1999. O dia 27 de maio foi escolhido em memória da famosa “Carta de São Vicente”, onde o Padre Anchieta teria descrito pela primeira vez as belezas das florestas tropicais do Brasil, em 1560.
Em 2009 a Disney lançou o documentário "Earth" que tinha como tema o meio ambiente e fez parte de um projeto de ajuda à Mata Atlântica brasileira. A empresa se comprometeu a plantar uma árvore na Mata Atlântica para cada ingresso vendido durante a semana de lançamento.
Mas até hoje o fundo de conservação da Disney ajuda nessa luta:

"ONG curitibana recebe apoio do fundo de conservação da Disney para proteger Papagaio-de-cara-roxa"

Quem conhece sabe o quanto a Mata Atlântica é linda em todas as suas formações. Seja na Serra do Mar, com toda a sua diversidade e imponência, seja na Mata de Araucárias, com suas escarpas, ou nos manguezais, nas restingas, nos campos ou qualquer uma de suas várias formas, a preservação desse rico sistema é essencial para todos nós.
O que não faltam são paisagens maravilhosas para nos inspirar.





Fontes:

Tio Patinhas 70 Anos

Saindo do forno o especial capa dura do velho pão duro... 

Ele merece, afinal, 70 anos não se faz todos os dias, né?? Em Junho, nas bancas e livrarias... 

TIO PATINHAS 70 ANOS



400 páginas - 24 histórias dos maiores autores do Pato mais rico do mundo em todos os tempos.
Tem tudo para ser mais um item imperdível dessa coleção de capas dura...





Há 120 anos...

No dia 26 de maio de 1897 foi publicado pela primeira vez o romance de ficção gótica Drácula, do autor Bram Stoker.

O livro se tornou uma das histórias de terror mais famosas de todos os tempos e foi adaptado inúmeras vezes entre filmes, peças, romances e claro, quadrinhos.

O Rei dos Vampiros já esteve presente em diversas histórias do Universo Disney, mas em 2012 teve sua mais incrível adaptação, "Drácula de Bram Ratoker" pelas mãos de Bruno Enna (roteiro) e Fábio Celoni (desenhos) para a revista Topolino, e republicada em diversos países, inclusive no Brasil, na revista Pateta 17 (Out/12) e mais recentemente no especial de capa dura Disney Cinema (Out/15).


Inclusive na Itália a história teve direito a duas republicações de luxo, uma na Speciale Disney #60 (Nov/12) e outra na Topolino Limited De Luxe Edition #9 (Nov/16)


Tem outras "participações especiais" do Conde nas HQ's Disney:


O que não falta são Dráculas genéricos pelas histórias da turma... Conheça alguns:

Vampiro do Brejo - Tentou algumas vezes sugar o pescoço do velho Urtigão e da Firmina, mas claro que não conseguiu. Apareceu em pelo menos 3 histórias : "Vampiro do Brejo" - Urtigão 134 (Jul/92), "A volta do Vampiro do Brejo" - Urtigão 150 (Mar/93) e "Escola de Vampiros" - Zé Carioca 2026 (Jun/95).

Conde Dráquila - O Conde resolveu descansar justo no guarda-roupas do Zé Carioca. Claro que tumultuou toda a Vila Xurupita, em duas ocasiões: "Um vampiro incomoda muita gente" - Zé Carioca 1549 (Jul/81) e "A volta do Vampiro" - Zé Carioca 1629 (Jan/83).


Conde Patrácula - O Conde atormentou o Tio Patinhas e os sobrinhos, mas espantou mesmo foram os Metralhas quando esses tentaram invadir a Caixa-Forte com ele por lá. "O Conde Patrácula" foi publicada no Almanaque Disney 182 (Jul/86).


Conde Espátula - Um novo vizinho que foi logo se chegando pro lado da Margarida... Como se não bastasse o Gastão. "Noite Arrepiante" foi publicada na revista Margarida 239 (Nov/95).

E o que falar do ladão de ambulâncias que o Morcego Vermelho enfrentou em "O Vampiro", publicado aqui na revista Peninha 06 (Nov/82).


Dá pra ver que é um tema bem interessante e rende muita risada também quando abordado da forma certa...

Mas uma coisa posso dizer, se você assistiu o filme do Coppola e pensa que conhece a história, pense de novo e leia o livro... é muito, mas muito, muito melhor mesmo...


Abraços Vampirescos a todos.... huá, huá, huá...